Augusto Melo ja colecionou trapalhadas no Corinthians

Redação Blog Desportivos

Augusto Melo coleciona trapalhadas como presidente do Corinthians; veja lista

São Paulo, SP, 24 – Os torcedores corintianos foram surpreendidos com a informação de que o Corinthians desistiu de contratar o lateral-direito Matheuzinho, mesmo após dias de treinamento realizados pelo atleta no CT Joaquim Grava. Embora o clube tenha divulgado nota oficial listando os motivos para tal desfecho, o fato reforçou a desconfiança que já vinha sido construída em relação ao presidente Augusto Melo, porque não foi o primeiro episódio deste tipo registrado nas primeiras semanas de trabalho da nova gestão.

Melo anunciou reforços e renovações sem assinar contratos, além de ter se confundido ao transmitir uma informação sobre o novo patrocínio do clube. Confira abaixo as situações desconfortáveis vividas pelo Corinthians neste início de temporada:

CORINTHIANS DESISTE DE MATHEUZINHO

“Já está no clube treinando. Já foi contratado, o Matheuzinho… já está fazendo exames, já está apto”, disse Augusto Melo em participação no programa Jogo Aberto, da Band, na quinta-feira passada, dia 18. O lateral-direito, que pertence ao Flamengo, não chegou a ser anunciado oficialmente, mas vinha treinando no CT Joaquim Grava, em São Paulo, e até participou do treino aberto à torcida realizado na Fazendinha, sábado, véspera do jogo com o Guarani, pelo Paulistão.

Após o Corinthians vencer o time de Campinas por 1 a 0, o técnico Mano Menezes disse, em coletiva, que esperava ter Matheuzinho disponível para o duelo desta quarta, contra o Ituano, pela segunda rodada do Paulistão. “A gente tem boas possibilidades para quarta-feira, temos dois jogadores dentro do grupo trabalhando. Matheus França (Matheuzinho) e Rodrigo Garro, que está aí, já protocolado. Temos boas chances de ter os dois na equipe”.

Dois dias após a declaração do treinador, o Corinthians anunciou que desistiu de contratar o lateral-direito, listando os motivos para a decisão. O clube paulista não aceitou três exigências do Flamengo: ausência de taxa de vitrine (o Corinthians propôs 20%), valor de compra pré-fixado em 11 milhões de euros e cláusula de retorno imediato.

RODRIGO GARRO TEM ESTREIA ATRASADA POR IMPASSE COM TALLERES

Anunciado no dia da posse de Augusto Melo como presidente, o meia argentino Rodrigo Garro é o reforço que mais gerou expectativa nos torcedores. Aparentemente, também agradou Mano Menezes. Não à toa, vinha sendo cotado para ser titular contra o Guarani. No fim das contas, ele não foi sequer relacionado, o que se repetiu nesta terça-feira, véspera do duelo com o Ituano.

“Tem um problema de documentação. Estamos trabalhando para até terça-feira estar tudo certo para que ele possa jogar na quarta”, disse Melo na Neo Química Arena, depois da vitória sobre o time campineiro. A versão dada por Andrés Fassi, presidente do Talleres, clube no qual estava Garro, é diferente. “Falta o pagamento do Corinthians, espero que seja feito entre segunda e terça. Vendemos um porcentual dividido com o Instituto Córdoba, com algumas situações, mas o que o Talleres tinha, vendemos 100%”, disse Fassi ao jornalista argentino Martin Campillay.

VERÍSSIMO DEIXA O CLUBE UM DIA ANTES DA ESTREIA NO PAULISTÃO

A situação de Lucas Veríssimo foi outra a surpreender os torcedores um dia antes da estreia do time no Paulistão. Após treinar como titular durante toda a semana, o zagueiro não trabalhou no sábado e, em seguida, revelou-se que ele havia aceitado uma proposta do Al-Duhail, do Catar. No início do mês, o presidente Augusto Melo chegou a anunciar a compra em definitivo do defensor, até então emprestado pelo Benfica, mas o jogador ainda não havia assinado contrato, por isso saiu sem multa.

No dia da apresentação da casa de apostas Vai de Bet como novo patrocínio corintiano, em 7 de janeiro, Melo levou Fagner, Yuri Alberto e Veríssimo para o evento, como modelos da camisa estampada pela marca. O presidente chega a falar sobre a compra do defensor, como pode ser visto em registro de vídeo feito pela TV Corinthians. “A nossa primeira ação (ao assumir o mandato) foi contratá-lo. Como dizemos, ele se encaixou (no time) e tem o nosso perfil. Vai fazer história conosco”, disse o presidente.

O vídeo viralizou nas redes sociais após o anúncio da saída de Veríssimo. Internautas apontaram um suposto desconforto nas expressões faciais do zagueiro. De acordo com o clube, o jogador e seu empresário tinham em mãos o contrato da permanência desde o dia 4 de janeiro. Mas não assinou.

MULTA COM ANTIGO PATROCINADOR

Também no evento de anúncio oficial do patrocínio, o presidente do Corinthians disse que a Vai de Bet arcaria com a multa para a rescisão de contrato com a Pixbet, outra casa de apostas que patrocinava o clube. “Existe uma multa que era de R$ 30 milhões, da Pixbet, que cumpriu um ano e tem uma multa atual de R$ 20 milhões, que ela vai arcar. Fora esse patrocínio de R$ 360 milhões, ela arca com a multa”, afirmou na ocasião.

Reportagem GE, publicada nesta segunda, contudo, revelou que a indenização será bancada pelo clube alvinegro. A assessoria de Melo diz que ele se confundiu. O compromisso da Vai de Bet foi com R$ 10 milhões mensais de patrocínio e um bônus de mais R$ 10 milhões pela assinatura do contrato.

MOSCARDO FICA OU VAI EMBORA PARA O PSG?

A venda do jovem volante Gabriel Moscardo ao Paris Saint-Germain, ainda não concretizada, acabou envolvida em um impasse, depois que o clube francês descobriu um problema no calcanhar esquerdo do atleta de 18 anos. “Ele (Moscardo) é um jogador fantástico. Acreditamos muito nele e no seu potencial. Ele está machucado e precisa passar por uma operação, então temos de cuidar disso também. Estamos em uma situação desconfortável com ele, porque não podemos correr o risco de contratar um jogador lesionado. Nós temos de esperar”, disse Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG, em entrevista ao jornal L’Équipe, no dia 9 de janeiro.

Cinco dias depois da declaração dada pelo dirigente do time parisiense, Augusto Melo afirmou à CNN que não negociaria mais o jovem talento corintiano. “Mandei devolver. Se corre o risco lá, corre aqui. Deixa ele aqui, porque se ele melhorar aqui, a gente tem condições de vendê-lo muito melhor. Sou contra desde o começo (de vender o garoto). Está voltando, eu pedi para voltar”, disse. O PSG, contudo, ainda está negociando a contratação do volante.

“A NOVELA GABIGOL”

Augusto Melo entrou no assunto Gabigol dizendo que o atacante era a “cara do Corinthians”. Depois, passou a falar publicamente que estava, sim, tentando contratar o jogador do Flamengo, o que foi rebatido por Júnior Pedrosa, empresário do flamenguista. “Não abrimos negociações com o Corinthians em momento algum. Desde sempre, deixamos claro que o Gabriel tem contrato com o Flamengo e um acordo verbal de renovação. Portanto, quando o presidente menciona que estava tudo certo com o agente do Gabriel, sinto a necessidade de esclarecer”, escreveu o agente em nota oficial.

O dirigente corintiano, por sua vez, contestou a versão de Pedrosa e garantiu ter se movimentado para contratar o ídolo rubro-negro. “Como eu posso desistir de algo se não teve nada? Sem nexo isso. Se eu desisti é porque tinha alguma coisa, né? Ele precisa explicar melhor se nunca teve mesmo. Teve, claro que teve. Estava tudo caminhando bem, teve tudo. Só que também tem um limite, o Corinthians é maior do que todo mundo, sempre vou lutar pela minha instituição”, defendeu-se.

PROMESSA DE EXECUTIVO DE FUTEBOL

Durante sua campanha eleitoral, o presidente corintiano prometeu contratar um executivo de futebol de peso. Rodrigo Caetano, do Atlético-MG, foi procurado, mas não preferiu continuar o trabalho no Atlético-MG. Até agora, o departamento de futebol do Corinthians vem sendo tocado por Rubens Gomes, o Rubão, que participou do fim da gestão de Alberto Dualib, em 2006 e 2007, nos escombros da danosa parceria com a MSI. Rubão ocupa o cargo de diretor de futebol, ao qual foi alçado por “obrigação estatuária”, e vem sendo o responsável pela montagem do elenco.

“Ventilou-se situações como Rubens Gomes como diretor de futebol… Pela primeira vez em sua história, o Corinthians vai ter um diretor executivo atualizado, que participa do mercado, qualificado. Inclusive, o Rubens está nos ajudando nisso, por ter essa experiência no futebol. O Rubens seria um diretor estatutário, essa é uma obrigação estatutária. Mas teremos um diretor executivo que vai comandar a parte de contratações, junto com o departamento de CIFUT”, disse Melo ainda em dezembro, após ser eleito.

Confira também:






About Author

Assine nossa newsletter
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.
Nome

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.